Órgão da UnifenasSexta-feira, 19 de setembro de 2014. 
  Buscar
 
 
 
UNIFENAS
Rádio 105 Atenas FM
Rádio Cultura AM
Rádio Universidade FM
TV Alfenas
/ Principal / Cidade Imagem peregrina Mãe Rainha esteve em Alfenas A imagem peregrina vem do interior do Rio Grande do Sul e passa por diversas dioceses de todo o Brasil
Felipe França 31/7/2012 16:06:31
Tamanho da fonte
  
Cordenadores da Mãe Rainha, durante visita à Igreja de Nossa Senhora de Fátima. (Fotos: Paulo Henrique Corsini)
Clique aqui para ver mais fotos.
A Imagem Peregrina Original Brasileira Mãe Rainha esteve em Alfenas, dia 31 de julho, terça-feira. Das 15h às 18h a imagem permaneceu na paróquia São Sebastião e São Cristóvão de onde partiu para o trevo da cidade em carreata por todos os bairros até o salão paroquial Beraká, de Nossa Senhora Aparecida. No local houve uma missa. Após a missa a imagem foi levada para sua capela oficial em Alfenas: Capela Mãe Rainha, no Jardim Aeroporto, onde houve vigília até as meia noite. No, dia 1º de agosto, a imagem foi levada para a cidade de Areado.



A visita

A imagem peregrina vem do interior do Rio Grande do Sul e passa por diversas Dioceses de todo o Brasil, rumo à cidade de Schoenstatt (Alemanha), onde será celebrado o centenário do movimento em 2014. A campanha da Mãe Peregrina teve inicio, no Brasil, em Santa Maria (RS) pelo servo de Maria João Luiz Pozzobon, que em 1950 recebe a Imagem da Mãe Rainha de Schoenstatt.

Pozzobon foi um homem fervoroso que participava de um grupo de homens, no início do Movimento Apostólico de Schoenstatt. Ele recebe a formação shoenstattiana e é convidado a levar a Imagem da Mãe Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt para visitar as famílias. Atualmente, milhares de famílias recebem em suas casas a réplica da imagem da mãe admirável e peregrina.



Início do movimento

O Movimento de Schoenstatt surgiu na Alemanha, em 18 de outubro de 1914, no bairro de Schoenstatt, em Vallendar, na capela de São Miguel. Padre José Kentenich proferiu palestra a um grupo de jovens onde revelou uma “secreta ideia” de convidar Nossa Senhora a se estabelecer naquela capela. Pediram que Ela se estabelecesse e dali distribuísse graças, mas também se comprometeram a colaborar com ela na missão de renovar o mundo.

Ali foi selado um compromisso mútuo, que mais tarde recebeu o nome de Aliança de Amor. Deste início tão modesto surgiu o Santuário de Schoenstatt, onde Maria é venerada com o título de Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt. Os santuários “filiais”, assim chamados por serem idênticos ao original em Schoenstatt, estão hoje espalhados em dezenas de países, em todos os continentes, somam 179 construídos e oito em construção e o padre José Kentenich é considerado o fundador do movimento.
Leia mais
 

Voltar
© Jornal dos Lagos - Ruas Bias Fortes, 191 - Centro - Alfenas